quinta-feira, 6 de Março de 2008

Drogas sintéticas


Drogas sintéticas são substâncias ou misturas de substâncias exclusivamente psicoativas produzidas através de meios químicos cujos principais componentes activos não são encontrados na natureza.
A maioria das drogas sintéticas apresentam efeitos alucinógenos, podendo serem estimulantes ou depressores do sistema nervoso central (SNC).
Drogas psicoanalépticas

Psicoanalépticas ou estimulantes - produzem aumento da actividade cerebral, diminuem a fadiga, aumentam a percepção ficando os demais sentidos activados. Exemplos: cocaína, crack, cafeína, teobromina, MDMA ou ecstasy, anfetaminas (bolinha, arrebite) etc.
Drogas psicodislépticas


Psicodislépticas ou alucinógenas – têm por característica principal a despersonalização em maior ou menor grau. Exemplos: maconha, skunk, LSD, psilocibina, heroína e chá de cogumelo.

drogas

Drogas depressoras



Depressoras - podem dificultar o processamento das mensagens que são enviadas ao cérebro. Exemplos: álcool, barbitúricos, diluentes, cloreto de etila, clorofórmio, ópio, morfina, etc.